quarta-feira, 18 de maio de 2016

O Anticristo realmente dominará o mundo todo?

Paz e Graça a todos, o Anticristo é um personagem escatológico muito importante no cenário do fim dos tempos, muito se tem especulado e imaginado sobre ele, quem ele é, o que fará, mas nesse estudo não analisaremos isso, e sim debateremos se o Império do Anticristo será mundial ou não. O Anticristo dominará o mundo todo? A Bíblia realmente diz isso? Descubra nesse artigo.


A maioria das pessoas acreditam que o Anticristo dominará todo o mundo, aparecendo como um líder carismático ao qual todas as nações seguem, ou ainda alguns dizem que ele aparecerá comandando apenas algumas nações e depois através de guerras, expandirá o seu reino para toda a Terra. Mas parece que essa não é a posição da Bíblia quanto a isso, analisaremos agora essa tese a partir de vários pontos, hermeneuticamente, no fim cada um tirará suas próprias conclusões.


Essa ideia de que o governo do Anticristo será mundial parte de alguns versículos bíblicos que são encontrados em Daniel e em Apocalipse, os mais famosos deles são esses:
E vi uma das suas cabeças como ferida de morte, e a sua chaga mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou após a besta – Ap 13.3

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra [...]– Ap 13.7,8

E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.   E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia.

E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.

E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,
Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome - Ap 13.12,14-17

Vamos lá, parece inquestionável então, os versículos acima realmente dizem que a Besta dominará tudo, mas vamos analisar isso com cuidado, para isso não usaremos de especulações, mas veremos o que a Bíblia tem a dizer sobre isso.

Provas que o Império do Anticristo não será mundial

O Império do Anticristo ocupará a mesma região que o Império babilônico e seus sucessores:

Uma das primeiras menções diretas ao governo anticristão que se instaurará nos últimos tempos está no sonho de Nabucodonosor encontrado em Daniel 2.31-35. No próprio livro de Daniel é dada a interpretação do sonho, nos versos 37-45 do mesmo capítulo 2 e capítulo 8. A interpretação é a seguinte: cinco reinos tomariam o rumo da terra até a volta de Cristo, esses reinos são a Babilônia (cabeça de ouro), Medo-persa (peitos e braços de prata), Grécia (ventre e coxas de bronze), o quarto reino não é mencionado pelo nome, mas ele representa as pernas de ferro, o quinto reino também não é mencionado pelo nome, é o reino do Anticristo, os pés representados em uma mistura de ferro com barro. O sonho de Nabucodonosor mostra uma estátua completa, sem divisão, algo contínuo, isso quer dizer que os reinos que se seguiriam dominariam a região antes conquistadas pela Babilônia, nada fora desse pedaço de terra. Os reinos babilônico, persa e grego nunca dominaram o mundo todo, apenas o Oriente Médio e parte da Europa, logo o quarto reino e o quinto, o do anticristo, devem seguir essa mesma regra. Portanto seu império deve limitar-se a essa região.

A Bíblia se utiliza muitas vezes de figuras de linguagens:

Muitas vezes a Bíblia se utiliza de figura de linguagem para expressar uma ideia. Isso se aplica na passagem de Apocalipse que diz que a Besta dominará o mundo todo e todos a seguirão. Vamos ler Daniel 5.18,19:

“Ó rei! Deus, o Altíssimo, deu a Nabucodonosor, teu pai, o reino, e a grandeza, e a glória, e a majestade. E por causa da grandeza, que lhe deu, todos os povos, nações e línguas tremiam e temiam diante dele; a quem queria matava, e a quem queria conservava em vida; e a quem queria engrandecia, e a quem queria abatia.”

Nessa passagem fica claro a utilização de uma figura que linguagem, a Sinédoque, que toma o todo para representar uma parte, e a Hipérbole, um exagero proposital para dar ênfase, transmitir de forma dramática alguma coisa. Nunca a Babilônia governou o mundo inteiro, visto assim o anticristo não pode governar o mundo inteiro também.
Do mesmo jeito, isso se aplica a esse verso:

E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra [...]– Ap 13.7,8

Outras vezes são utilizadas as mesmas figuras de linguagem:

Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus; tudo o que há na terra expirará – Gn 6.17. Deus não destruiu todos os homens da terra, restaram Noé e sua família e muito menos fez expiar tudo em que há vida na terra, algas e plantas marinhas restaram, assim como muitos peixes, bactérias, protozoários, e os animais salvos na arca.

Se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro – Cl 1.23. O evangelho foi pregado a todo o mundo? Não. Essa é uma maneira de Paulo dizer que foram alcançados todo o tipo de gente, gentios, judeus, mulheres, homens, jovens, ricos, pobres, escravos e livres.

E onde quer que habitem os filhos de homens, na tua mão entregou os animais do campo, e as aves do céu, e fez que reinasse sobre todos eles; tu és a cabeça de ouro – Dn 2.38

És tu, ó rei, que cresceste, e te fizeste forte; a tua grandeza cresceu, e chegou até ao céu, e o teu domínio por toda a terra – Dn 4.22

E depois de ti se levantará outro reino, inferior ao teu; e um terceiro reino, de bronze, o qual dominará sobre toda a terra – Dn 2.39

A Bíblia é recheada dessas afirmações: Js 6.21-25; 2 Sm 6.5,15; 1 Rs 11.16,17; Mt 3.5,6; Lc 2.1-3; Rm 1.8; 10.18 e várias outras.

Quando é dito que o Anticristo conquistará o mundo todo, se fala do mundo conhecido até o tempo que a Escritura foi revelada, não a Terra em toda a sua extensão como conhecemos hoje, sobre isso trataremos mais adiante, agora vamos para o próximo tópico.

O Reino do Anticristo será dividido:

E, quanto ao que viste dos pés e dos dedos, em parte de barro de oleiro, e em parte de ferro, isso será um reino dividido; contudo haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois viste o ferro misturado com barro de lodo –Dn 2.41

Porque chamarei contra ele a espada sobre todos os meus montes, diz o Senhor DEUS; a espada de cada um se voltará contra seu irmão – Ez 38.21

E esta será a praga com que o Senhor ferirá a todos os povos que guerrearam contra Jerusalém: a sua carne apodrecerá, estando eles em pé, e lhes apodrecerão os olhos nas suas órbitas, e a língua lhes apodrecerá na sua boca.

Naquele dia também acontecerá que haverá da parte do Senhor uma grande perturbação entre eles; porque cada um pegará na mão do seu próximo, e cada um levantará a mão contra o seu próximo – Zc 14.12,13

Os versículos acima nos mostram que o reino do Anticristo será dividido, não havendo ordem nele, como visto na estátua com os pés feitos de ferro e barro misturados, o Senhor não deixará que ele consolide seu governo. O império do Anticristo será marcado por guerras, fora e dentro do próprio reino, Daniel capítulo 11 nos fala sobre a luta dentro desse governo, quando o rei do Norte ataca o rei do Sul. Como sabemos, a Besta é composta por 10 reinos iniciais, esses 10 reinos são “coalizados” tendo o Anticristo como ditador supremo, mas esses 10 lutam entre si em busca de poder e expansão, ora, se dentro do próprio reino há divisão, então o domínio do Anticristo não pode ser mundial e único. Revoltas e rebeliões agitam o trono de Satanás: Mas os ímpios são como o mar bravo, porque não se pode aquietar, e as suas águas lançam de si lama e lodo – Isaías 57.20. Enquanto que o reino de Deus é uno e eterno: E havia diante do trono um como mar de vidro, semelhante ao cristal – Ap 4.6a. O reino ímpio é um mar agitado, sobem e descem, há sempre um problema, mas o de Deus é calmo e descansado em perfeito controle.

Análise Hermenêutica Léxico-gramatical (ramo teológico que visa interpretar a ideia original do autor a partir das palavras utilizadas no texto bíblico):

Os tópicos anteriores já são mais que suficientes para pelo menos levantar dúvidas quanto a ideia do império mundial do Anticristo. Mas vamos seguir e ler os versículos que apoiam esse pensamento, no grego original, abaixo do versículo estará a transliteração do mesmo:
NOTA: Esse versículo possui variações e acréscimos entre os manuscritos, mas nada que comprometa a verdade bíblica, as variações estarão em vermelho e a transliteração do grego para o português em azul.

και ειδον μιαν των κεφαλων αυτου ως εσφαγμενην εις θανατον και η πληγη του
kai mian ek Ton kephalδn autou hos esphagmenēn eis thanaton kai hē plēgē tou
θανατου αυτου εθεραπευθη και {Variante 1: εθαυμασθη εν ολη τη γη }
thanatou autou etherapeuthē kai {Variante 1: ethaumasthē en hole hē gē}
{Variante 2: εθαυμασεν ολη η γη } οπισω του θηριου
{Variante 2: ethaumasthēn holē hē gē} opisδ tou thēriou
Em uma tradução literal seria algo como:

Variante 1: E uma das cabeças dela (da besta) era como golpeada pela morte, e a ferida de morte dela foi curada, e maravilharam-se todos da terra após a besta.

Variante 2: E uma das cabeças dela (da besta) era como golpeada pela morte, e a ferida de morte dela foi curada, e perguntaram-se* por toda a terra após a besta.

*Aqui o verbo εθαυμασεν, ethaumasthēn, assume o sentido de perguntar por causa da maravilha que foi a cura da ferida em uma das cabeças da Besta, levantar especulações acerca disso, comentar, no caso do versículo, por toda a terra. Ambas as variações têm o sentido de maravilhar-se, mas com termos diferentes.

Quero chamar a sua atenção para uma palavra grega, γη (gē), que significa terra. Vamos pedir a ajuda de um especialista em grego Bíblico:

1093 γη ge 1) terra arável 2) o chão, a terra com um lugar estável 3) continente como oposto ao mar ou água 4) a terra como um todo 4a) a terra como oposto aos céus 4b) a terra habitada, residência dos homens e dos animais 5) um país, terra circundada com limites fixos, uma área de terra, território, região (Retirado da Concordância Strong do Hebraico, Aramaico e Grego)

Os gregos possuíam várias palavras para designar terra, e no caso γη, pode significar não somente a terra toda, mas um país, uma região com fronteiras fixas, no caso do v.3 do capítulo 13 do livro de Apocalipse é mais provável, pelas razões já citadas nos tópicos anteriores, que a palavra signifique um império com limites e não mundial, para não restarem dúvidas quanto a isso, vamos para o próximo verso.

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas”. Nos versículos 8, 15, 16, a palavra “todos”, não tem o sentido de completude, plenitude, como em “toda a terra” no v.3. O sentido de todos nesses versículos é diferente: 3956 πας pas 1) individualmente 1a) cada, todo, algum, tudo, o todo, qualquer um, todas as coisas, qualquer coisa 2) coletivamente 2a) algo de todos os tipos (Retirado da Concordância Strong do Hebraico, Aramaico e Grego). TODOS não quer dizer que todos no planeta terra foram obrigados a colocarem a marca da besta, e sim que qualquer um, cada uma das pessoas que habitavam dentro das fronteiras (gē) do império do Anticristo teriam que aderirem a marca. Mas uma vez, a palavra não abrange o mundo todo e sim um grupo de pessoas dentro de um território, portanto o reino do Anticristo não pode ser mundial, já que nem todas as pessoas da Terra são obrigadas a seguirem as suas leis.

[...] “todos o seguiam”. Todos seguiam a Cristo? “Então, saíam a ter com ele Jerusalém e toda a Judéia”. Foi toda a Judéia ou toda a Jerusalém batizada no Jordão? “Filhinhos, vós sois de Deus”. “O mundo inteiro jaz no Maligno”. O mundo inteiro aqui significa todos? As palavras “mundo” e “todo” são usadas em vários sentidos na Escritura, e raramente a palavra “todos” significa todas as pessoas, tomadas individualmente. As palavras são geralmente usadas para significar que Cristo redimiu alguns de todas as classes — alguns judeus, alguns gentis, alguns ricos, alguns pobres, e não restringiu sua redenção a judeus ou gentios [...] (Trecho retirado de um sermão sobre a Redenção Particular de C.H. Spurgeon)

Seguiremos para outra palavra de outro versículo:

E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre – Ap 11:15

Em grego: και ο εβδομος αγγελος εσαλπισεν και εγενοντο φωναι μεγαλαι εν τω ουρανω λεγουσαι εγενοντο αι βασιλειαι του κοσμου του κυριου ημων και του χριστου αυτου και βασιλευσει εις τους αιωνας των αιωνων

Transliterado: Kai ho hebdomos angelos esalpisen; kai egenonto phδrai megalai em tδ ouranδ, legontes, Egeneto hē basileia tou kosmou, tou Kyriou hēmδn, kai tou Chistou autou, kai basileusei eis tous aiδnas tδn aiδnδn.

Nesse verso, para se referir a Jesus, a palavra para terra, mundo é uma diferente:

2889 κοσμος cosmos 1) uma organização ou constituição apta e harmoniosa, ordem, governo 2) ornamento, decoração, adorno, i.e., o arranjo das estrelas, ’as hostes celestiais’ como o ornamento dos céus. 1Pe 3.3 3) mundo, universo 4) o círculo da terra, a terra 5) os habitantes da terra, homens, a família humana 6) a multidão incrédula; a massa inteira de homens alienados de Deus, e por isso hostil a causa de Cristo 7) afazeres mundanos, conjunto das coisas terrenas (Retirado da Concordância Strong do Hebraico, Aramaico e Grego).

A palavra cosmos só aparece em Apocalipse 3 vezes, duas ligadas a criação do universo e uma ao reino de Cristo. Aqui sim, mundo, quer dizer a Terra inteira, toda a sua plenitude, tudo que há nela, todos os homens e seus afazeres, tudo o universo é dito pertencente a Cristo. Enquanto que Satanás dá ao Anticristo apenas um pedaço de terra, ao qual ele terá que lutar para manter, a Cristo é dado todo o Universo.

Questões para pensar e refletir acerca do reino do Anticristo:

Aqui vão algumas questões e afirmações sobre a marca da Besta, o domínio do Anticristo e sua influência pelo mundo.

1. Disse assim: O quarto animal será o quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra [como explicado antes, não é toda a terra literal, mas a terra conhecida no tempo que a profecia foi escrita, nenhum dos quatro reinos anunciados em Daniel conquistou toda a terra], e a pisará aos pés, e a fará em pedaços. E, quanto aos dez chifres, daquele mesmo reino se levantarão dez reis; e depois deles se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros, e abaterá a três reis – Dn 7.23,24

Apocalipse 13 diz que a Besta tem 10 chifres (v.1), esses são os mesmos chifres retratados no verso acima, eles representam 10 reinos que unidos dão o poder ao Anticristo (Ap 17.12-17), se apenas os 10 reis dão essa autoridade a ele, então quer dizer que ele não tem controle do mundo todo, apenas dos 10 reinos. Os 10 reinos ficam dentro da fronteira do Império representado pelo quarto animal, pois os chifres surgem dele, portanto, limitando o reino do Anticristo, relembrando que o quarto animal não dominou toda a terra. A Besta só tem 10 chifres, não 192, 65, 34, 20 etc.

2. Em Daniel 7.7,8,23,24 vemos que o Anticristo sai do quarto animal que teve um reino limitado. Os 10 reinos só podem se formar dentro da fronteira desse império, logo os Estados Unidos, a Rússia, o Japão, o Brasil, não podem ser, nem serão partes dos 10 reinos, pois esses pedaços de terras nunca fizeram parte de nenhum império retratado em Daniel, e muito menos do quarto animal. A localização exata do reino da Besta é dentro e não fora da fronteira do império figurado pelo quarto animal. Nenhum pedaço de terra fora dos 10 reinos será governado pelo Anticristo, e muito menos o seu sinal será posto a algum homem fora desse reino.

3. E ele firmará aliança com muitos por uma semana; e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador –Dn 9.27

E, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele, e o rei do norte se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas suas terras e as inundará, e passará. E entrará na terra gloriosa, e muitos países cairão, mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e os chefes dos filhos de Amom. E estenderá a sua mão contra os países, e a terra do Egito não escapará. E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata e de todas as coisas preciosas do Egito; e os líbios e os etíopes o seguirão.
Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos. E armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o monte santo e glorioso; mas chegará ao seu fim, e não haverá quem o socorra – Dn 11.40-45

Nesses versículos o Anticristo quebra a sua aliança com Israel e invade Jerusalém e muitos países, mas alguns países escaparão desse ataque: Edom, Moabe e Amom, que atualmente são a Jordânia e partes da Arábia Saudita. Se ele invade Israel e muitos países, quer dizer que estes não faziam parte do seu reino antes. Vamos pensar um pouco, se estes países, Jordânia e Arábia, que fazem fronteira com Israel escapam dele, o que dizer do Brasil então? Separado do Oriente por um vasto oceano, como não escapará do Anticristo. O mesmo é válido para a Oceania, América Central, e muitas ilhas e países pelo mundo.

4. Os remanescentes da nação de Israel, representados pela mulher de Apocalipse 12, chega a salvo no deserto de Edom e Moabe, onde ficará guardada por Deus durante três anos e meio, escapando da matança e da ordem de receber o sinal da Besta, se um número vasto de pessoas escapa do Anticristo escondendo-se em um lugar tão próximo da Palestina, por que o resto do mundo não escaparia do sinal e da tirana Besta?

5. Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos. E armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o monte santo e glorioso; mas chegará ao seu fim, e não haverá quem o socorra – Dn 11.40-45

Os países ao Norte e ao Leste dos 10 reinos que formam o Império anticristão farão guerra contra ele, isso deixará o Anticristo com medo, e então, tomado pela raiva, ele lança uma campanha militar contra estes. Esses países não são governados pelo Anticristo, portanto, os seus habitantes não são obrigados a receber a marca da Besta.

6. E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso. E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom –Ap 16,13,14,16

Três demônios saem da boca da trindade satânica, eles usando uma diplomacia milagrosa, vão em busca de aliados para ajudarem o Anticristo a lutar contra Cristo na batalha do Armagedom. Essas nações não fazem parte da Besta, não são dominadas pelo Anticristo e nem adoram a Besta, do contrário, não haveria razão para esses espíritos convencerem-nas a se aliarem contra Cristo. Se esses países adorassem a Besta a persuasão dos três espíritos seria desnecessária.

7. As pessoas que adoram a Besta admiram o seu poderio militar e perguntam quem pode lutar contra ela e derrota-la (Ap 13.4). Nas mesmas palavras as pessoas estão afirmando que nenhum país que não está sob o comando do Anticristo pode conquista-lo. Se todos os países do mundo fizessem parte desse reino, não haveria razão para levantar tal questão.

8. Todos os que colocarem o sinal da Besta irá ao inferno enquanto que os que não receberam serão mortos. Se os que aceitam vão ao inferno e quem não aceita morrerá, então quem habitará a Terra no milênio? Fica claro que o Anticristo não matará todos que não receberem tal sinal e que nem todos adorarão a Besta, nem mesmo dentro do seu próprio império.

9. A marca da Besta é uma lei instaurada nos 10 reinos pelo Falso Profeta, essa lei obriga todos que estão dentro das fronteiras do reino a adorarem a Besta e colocarem a sua imagem. Mas o que muitos não sabem é que essa lei não pode ser interpretada literalmente, ela não irá funcionar tão bem quanto pregam alguns conspiracionistas, seria impossível impor essa lei em um território tão vasto em menos de três anos e meio. Se o Evangelho está sendo pregado a mais de 2000 anos, e ainda há povos que nunca ouviram falar de Jesus, por que o Anticristo conseguiria tal feito de pregar uma religião em todo o mundo? É inconcebível a ideia do Anticristo e seus agentes fazerem contatos com todos os homens da Terra obrigando a pôr o sinal e matando quem se negar. Uma razão por que o Anticristo não poderia impor tal lei nem mesmo dentro do seu próprio território em três anos e meio tem a ver com as guerras entre seus dez reinos e as muitas nações do Norte e do Leste de seu império (Dn 11.44). Ele estará tão ocupado com essas guerras que ele não poderá dar total atenção ao cumprimento dessa lei, uma coisa tão mínima comparado a expansão do Império. Muitas vezes leis feitas pelos homens nem sempre são cumpridas em lugares remotos e distantes. Sem contar o famoso “jeitinho” que sem dúvida será feito por aqueles que não querem aderir a marca. Haverá vários modos de evitar a ministração dessa lei, no interior do império, oficiais locais, influencias de parentes, dinheiro, suborno e muitas outras coisas permitirão que alguns que fazem parte de seu reino escapem da literal obediência a tal lei. Guerrilhas, revoltas, passeatas e levantes contra o Anticristo poderão serem feitas por cristãos e pessoas de muitas ideologias e religiões diferentes, como comunistas, budistas, ateus, em todas as partes de seu reino, impossibilitando a imposição literal da lei. A marca da Besta foi supervalorizada e quase que tomou o lugar da própria Besta na boca dos conspiracionistas do chip, WWW, códigos de barras, números telefônicos etc, estes esquecem que a marca está diretamente ligada a adoração, é possível adorar a Besta fora do seu império e ir ao inferno sem ao menos colocar a marca, o que leva ao inferno não é a marca e sim a confissão da religião do Anticristo e a adoração a um homem que se diz deus, claro que os que colocarem a marca estarão conscientes do que estarão fazendo e saberão o seu significado. O Anticristo surgirá e morrerá sem que milhões de pessoas em várias partes do mundo saibam sequer que ele existiu, isto se aplica a Jesus Cristo, e se aplicará ao Anticristo. Muitas pessoas, tribos e etnias no interior de certos países ainda não sabem que houve duas guerras mundiais e muito menos tem conhecimento de quão evoluída está a nossa tecnologia, automóveis, aviões etc, quando mais estarão sendo obrigadas a colocarem algum chip ou seja o que for inventado por muitos. A Bíblia diz que no Milênio, Jesus estará reinando em Jerusalém por algum tempo e então enviará muitos para entrarem em contato com certos povos na terra e tentarem traze-los para debaixo de seu reino (Is 2.2-4; 40.9; 52.7; 61.6; 66.18-21; Zc 8.23; 14.16-21). Assim será nos dias do Anticristo.

10. Em Zacarias 14.16-21, está claro que muitos de todos os países e até aqueles que habitam no império do Anticristo, ficarão vivos na terra no Milênio.
Não receberão o sinal da besta. Do contrário, seriam enviados para o inferno eterno por Cristo na sua Segunda Vinda. O fato de terem sido deixados para participar do Milênio prova que nem todo homem na terra receberá a marca ou será morto. O Egito não escapará de ser conquistado pelo Anticristo e mesmo assim teremos egípcios participando do Milênio (Zacarias 14.16-21). O mesmo acontecerá com muitas pessoas que estão nos 10 reinos e nas nações conquistadas pelo governo do Anticristo. Algumas não receberão o sinal nem obedecerão a sua lei e por isso escaparão da morte. Milhares serão mortos, mas nem todos (Ap 7.9-11; 14.13; 15.2-4; 16.2; 20.4-6).

11. Em Mateus 25.31-46, lemos sobre muitos de todas as nações que são chamados benditos de meu Pai e que herdarão o reino milenar e eterno. Essas pessoas não receberão o sinal da besta; do contrário, seriam enviadas para o inferno eterno, como mostra Apocalipse 14.9-11. A base para o julgamento das nações nesse julgamento é o modo como tratam Israel. Se todas os países fossem diretamente controlados pelo Anticristo, não sobrariam nenhuma nação que fosse bem com Israel, isso prova que muitos países não se dobrarão e lutarão contra a Besta até a vinda de Cristo.

12. O remanescente da mulher em Apocalipse 12.17 escapa do sinal da besta e da adoração ao Anticristo. Isto é possível graças as novas guerras no Norte e no Leste do reino do Anticristo, forçando-o a deixar o remanescente em paz para conquistar esses novos inimigos. O ministério das duas testemunhas ajuda a proteger esse remanescente nos últimos três anos e meio. Então, quando o Anticristo conquistar seus inimigos depois de quase três anos e meio de guerra, ele reúne suas forças contra os judeus para destrui-los. Será derrotado por Jesus Cristo no Armagedom antes de tomar toda a cidade de Jerusalém que, de alguma maneira, se livrou repentinamente do Anticristo e está de volta nas mãos dos judeus (Zc 14.14,15).


Conclusão: 

Portanto, concluímos que como explicado extensivamente, o Anticristo NÃO governará os Estados Unidos, nem o Brasil, nem será um ditador de uma Nova Ordem Mundial; que o seu reino estará limitado ao antigo território do império Babilônico, Persa e Grego, e durante o tempo em que tentar impor a adoração a besta estará em constantes guerras com outras nações durante todo o período de sete anos em que estiver aqui (Dn 7.23,24; 9.27; 11.36-45); que multidões de todas as nações escaparão do sinal da besta e de sua adoração, e que o Anticristo será derrotado por Cristo antes de conquistar toda a Ásia, a Europa e a África, bem como antes de conquistar as Américas e todas as outras partes do mundo. Na verdade, esse alvoroço e entusiasmo pelo Anticristo, pela sua marca e Império partem de teorias que não possuem forte fundamento bíblico e nem secular, teorias essas que pregam uma Nova Ordem Mundial imposta por sociedades secretas que controlam toda a humanidade, suas comunicações, climas, mente e história. Nas ideias do acadêmico de estudos religiosos Richard T.Hughes a “retórica da “Nova Ordem Mundial” calunia a fé cristã, uma vez que a “Nova Ordem Mundial” conforme definidas pelos teóricos da conspiração cristãos, não tem qualquer base na Bíblia. Além disso, [...] tal ideia não só é não bíblica, é positivamente antibíblica, como fundamentalmente anticristã, porque, através de más interpretações das importantes passagens do Livro de Apocalipse, transforma uma mensagem reconfortante sobre a vinda do Reino de Deus, numa de um reino de pânico, medo e desespero personificado num suposto governo mundial se aproximando (Hughes, Richard T.. (24 de fevereiro de 2011). "Revelation, Revolutions, and the Tyrannical New World Order". The Huffington Post.).

O cristão não deve ater-se a teorias da conspiração infundadas quando quiser saber a vontade de Deus e o futuro da Terra, ele deve olhar para a Bíblia, nossa única regra de fé. Deus quer que nos unamos a Ele em amor, nada forçado, e é bem verdade, que essa é a lição do livro de Apocalipse, Jesus o Cordeiro manso que deu a vida pela humanidade, está em contraste com o anticristo, uma Besta bélica e cruel que força as pessoas a o adorarem, mais o maior ensinamento da Revelação é que esse Cordeiro irá triunfar sobre essa Besta, sua marca, nome, número e Império. A revelação do Livro é a vitória do amor, pois é isso que Jesus é, AMOR (1 Jo 4.8)

Se você gostou do nosso trabalho não deixe de compartilha-lo.

Encontre-nos também no Facebook: Página O Poder do Espírito Santo

Que a alegria e sabedoria de Deus inunde a mente de todos vocês.

Para a realização desse estudo foram utilizadas fontes de livros, internet e Bíblia de estudo. As ideias expressas no mesmo são de total responsabilidade do autor,

Por Maxwell Marques,


Deus sabe mais.

5 comentários:

  1. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para sermos parceiros é necessário colocar o banner do meu blog em seu blog. Aí o Senhor me passa o seu banner para eu fazer o mesmo no meu blog.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigado! Acesse meu novo site > http://relatodeumsonho.wordpress.com

      Excluir
  3. Maxwell Marques mas lá em Apocalipse 12 diz que o draga o irá fazer guerra contra o restante da semente da mulher (Israel) a saber os que guardam os mandamentos de Deus e tem o testemunho de Jesus. Os judeus não tem o testemunho de Jesus, pois eles não crêem em Jesus, e aí como fica meu irmão???

    ResponderExcluir

PARA HONRA E GLÓRIA DO SENHOR JESUS